tubulacoes_e_conexoes_blog_decole_seu_futuro_aerotd

Aprendendo sobre a Manutenção de Aeronaves

Aprendendo sobre a Manutenção de Aeronaves

A profissão de Mecânico de Aeronaves exige muito estudo e dedicação e para se profissionalizar são necessários alguns anos para assimilar o conteúdo.

Tudo isso é importante, mas o fundamental é amar o que se faz e ter paciência e vontade de aprender e por isso hoje iremos mostrar aqui no blog um assunto que é tratado na apostila de Básico, mais precisamente no capítulo Tubulações e Conexões (baixe a apostila aqui!)

» Read more

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Boeing prevê aumento de demanda por técnicos nos próximos 20 anos

Boeing prevê aumento de demanda por técnicos nos próximos 20 anos

A Boeing prevê que a demanda da indústria de aviação comercial por técnicos de manutenção continuará crescendo fortemente e acompanhando a expansão da frota global nos próximos 20 anos.

O documento Perspectiva para Técnicos 2014 da Boeing projeta que, de 2014 a 2033, o sistema de aviação mundial precisará de aproximadamente 584 mil novos técnicos de manutenção para companhias aéreas comerciais

O documento projeta um aumento na demanda por treinamento em manutenção, que cresceu pouco mais de 5% nos últimos 12 meses.

postagem-boeing-v3

 

O maior crescimento continua na região Ásia Pacífico que representa 41% da demanda mundial. No Oriente Médio, região que concentra as principais empresas aéreas globais, observou-se um aumento expressivo desde a projeção do ano passado, resultado da ampliação da capacidade das companhias aéreas e do aumento nas encomendas de aeronaves de fuselagem larga (widebody), modelos que requerem uma tripulação maior.

No geral, a demanda global é estimulada pelo aumento contínuo nas entregas de aeronaves, especialmente de modelos de fuselagem larga, representando uma demanda global anual de cerca de 29.000 novos técnicos.

A demanda projetada de novos técnicos por região é:

• Ásia Pacífico – 224.000 técnicos

• Europa – 102.000 técnicos

• América do Norte – 109.000 técnicos

• América Latina – 44.000 técnicos

• Oriente Médio – 62.000 técnicos

• África – 19.000 técnicos

• Rússia e CEI – 24.000 técnicos

Original: Acesse o Link!

Facebooktwitteryoutubeinstagram
imagem-destacada-crescimento-aviacao

ANÁLISE DO MERCADO DA AVIAÇÃO CIVIL

ANÁLISE DO MERCADO DA AVIAÇÃO CIVIL

Para fazer uma análise do mercado da aviação civil, o Blog #DecoleSeuFuturo consultou o levantamento feito pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), que afirmou que a movimentação de passageiros neste período teve aumento de 4,68% comparando com o mesmo período de 2014.

Como se pode verificar, apesar da crise econômica e política que o Brasil passou no ano passado e continua enfrentado em 2016, ainda assim, o setor aéreo registrou crescimento no primeiro trimestre de 2015.

» Read more

Facebooktwitteryoutubeinstagram
legislação_do_aeronauta_decoleseufuturo_02

Notícias sobre a legislação trabalhista para Aeronautas

Notícias sobre a legislação trabalhista para Aeronautas

legislação_do_aeronauta_decoleseufuturo_01

O Sindicato Nacional dos Aeronautas defendeu, por meio de nota, a necessidade de se aprovar o mais rápido possível o Projeto de Lei 8.255 de 2014, em tramitação no Congresso Nacional, que trata da legislação trabalhista dos pilotos e comissários de bordo, como forma de se evitar tragédias como a que causou a morte de Eduardo Campos e mais seis pessoas, em 13 de agosto de 2014.

A entidade justificou que essa urgência fica evidente no resultado das investigações do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA). De acordo com o relatório do CENIPA, um dos fatores que contribuíram para o acidente aéreo foi a fadiga dos pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha, embora isso não tenha sido determinante.

“O fato de o acidente com Eduardo Campos ter tido a fadiga dos pilotos como um dos fatores contribuintes só aumenta a necessidade de celeridade na aprovação da nova Lei do Aeronauta, em nome da segurança das operações aéreas”, defende o sindicato. A categoria inclui ainda copilotos e engenheiros de voo.

Nova legislação

A instituição alega que vem lutando pela aprovação de uma nova legislação desde 2011 que incluam práticas já adotadas em outros países, como o gerenciamento do risco de fadiga humana. De acordo com a entidade, a lei em vigor no Brasil tem mais de 30 anos e não leva em consideração os fatores humanos.

A proposta em tramitação no Congresso foi elaborada com base em estudos e pareceres de especialistas em aviação civil no mundo e, no momento, está sob análise da Comissão de constituição, Justiça e Cidadania.

“É sempre importante aguardar o fim das investigações em casos de acidente para evitar conclusões precipitadas e equivocadas, como foi o caso envolvendo os pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha”, afirma a entidade. Para o sindicato, ambos estavam com licenças válidas para aquela aeronave como foi constatado, na época, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Fonte: Rede Brasil Atual – por Marli Moreira, da Agência Brasil publicado 20/01/2016 12:45

Facebooktwitteryoutubeinstagram
1 2 3