Siglas dos aeroportos do Brasil

Abaixo listamos as siglas/abreviações utilizadas pelos profissionais de aviação para identificar os principais aeroportos comerciais instalados no Brasil. As siglas são conhecidas como códigos IATA (International Air Transport Association).

 

A Aero TD - Faculdade de Tecnologia, criou uma ferramenta para informar todas as vagas de emprego que surgem no Brasil, e muitas vezes elas são divulgadas por estas siglas.

Cadastre-se aqui na LANDING PAGE de VAGAS PARA MECÂNICOS DE AERONAVES e receba todas as informações sobre contratações: CLIQUE AQUI! 

 

No entanto, recebemos informações de que a Cia Aérea Passaredo tinha vagas para BSB, ROO, VDC, GIG e você irá reparar que ROO (Rondonópolis) não aparece nessa relação dos aeroportos principais, pois costuma pousar em locais menos conhecidos do Brasil e que não aparecem na listagem de códigos dos principais aeroportos.

Com o objetivo de deixar essa relação mais completa, segue a listagem separada por regiões do Brasil. (fonte: wikipedia)

Read More

Facebooktwitteryoutubeinstagram

NOVAS REGRAS PRA VIAJAR DE AVIÃO

As NOVAS REGRAS PRA VIAJAR DE AVIÃO é um assunto que afeta mais de 96 MILHÕES de pessoas por ano, pois é este o número de pessoas no Brasil que conseguem viajar de avião.

Veja aqui as NOVAS REGRAS PRA VIAJAR DE AVIÃO e quais as mudanças que entraram ou não em vigor:

As companhias aéreas terão que informar o valor total das passagens (incluindo taxas), pois hoje em dia elas só aparecem no fim da compra, especialmente pela internet.

Erros no nome do passageiro, que antes poderiam até anular o bilhete, agora terão que ser corrigido sem custo pela companhia aérea, desde que a solicitação seja feita antes do check-in;

O passageiro também poderá desistir da compra da passagem até 24 (vinte e quatro) horas depois de receber o comprovante do bilhete;

Mudanças de horário, itinerário ou conexão no voo pela companhia devem ser avisadas com antecedência mínima de 72 (setenta e duas) horas ao passageiro;

Se a alteração for superior a 30 (trinta) minutos para voos nacionais ou 01 (uma) hora para internacionais, o passageiro tem direito a desistir do voo e receber o reembolso integral;

A empresas também não poderão mais cancelar automaticamente o trecho de retorno quando o passageiro não usar o trecho de ida, ou seja, se alguém perder a ida, poderá usar a passagem de volta desde que avise a cia aérea;

Em caso de atraso de voo, também tem novidade. Atualmente a cia era obrigada a pagar hotel depois de 4 horas de atraso, a partir de agora, hotel só se a vaga para o passageiro for em um voo no dia seguinte.

Todas essas regras já estão valendo, mas a questão mais polêmica, sem dúvida e que mexe no bolso diretamente é a COBRANÇA POR MALA DESPACHADA.

Atualmente o passageiro tem direito a despachar uma mala de até 23 (vinte e três) quilos sem custo adicional em voos nacionais e (02) duas malas de até 32 (trinta de dois) quilos em voos internacionais.

Esta regra estaria em vigor, porém na tarde do dia 13/03 a justiça conseguiu uma liminar que suspende essa cobrança.

A proposta também prevê mudança também para bagagem de mão. Atualmente o limite é de 5 kg, com a nova regra passaria a ser de 10 quilos. Tanto nos voos nacionais quanto nos internacionais.

Advogados e órgãos ligados ao direito do consumidor criticam a mudança. Segundo o advogado especialista em direito do consumidor, Wagner Franco, essa resolução vai na contramão de todas as conquistas no que diz respeito aos direitos do consumidor, ela acaba desfigurando a ideia do transporte.

Segundo Wagner, a bagagem é inerente ao passageiro e essa resolução quando desvincula isso e estabelece portanto que se deve pagar pelo transporte da bagagem, causa aquilo que nós chamamos no direito, de venda casada, ou seja o consumidor não tem mais liberdade.

Não se tem o direito de escolher aquele que tem o melhor serviço e o melhor preço. O passageiro acaba sendo obrigado a comprar passagem e pagar por aquele mesmo sujeito que vai me levar, pra também levar minha bagagem.

Existem países que estabelecem a cobrança mas permitem ao consumidor a escolha, ou seja pode-se escolher a empresa que irá dar mais vantagem e no Brasil o consumidor fica fechado a 4 ou 5 empresas.

Segundo a ANAC, essas novas normas tem o objetivo de reduzir os custos das empresas aéreas e assim estimular a competição entre as empresas.

Essa liminar suspendeu essas cobranças por enquanto porque ainda não foi determinado o valor da redução das passagens pois o início de tudo isso era para que as empresas reduzindo custos, gastando menos poderiam reduzir também os preços das passagens.

Em nota, a ANAC disse que irá tomar as devidas providências necessárias para que as novas regras entrem em vigor. Porém a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) lamentou a suspensão afirmando que a cobrança das bagagens despachadas dá ao passageiro a liberdade de voar como ele quer de maneira justa ao pagar por apenas aquilo que utiliza, mas como disse o advogado dos direitos ao consumidor, a passagem é agregada ao passageiro, que geralmente ao se descolocar de uma cidade à outra, irá dormir fora.

A ABEAR acredita que a decisão será revertida.

E você? Concorda com isso? Deixe aqui a sua opinião.

Fonte: Gshow.globo, programa Mais Você, com Ana Maria Braga

Disponível em: https://goo.gl/ETNacC

Facebooktwitteryoutubeinstagram

DICAS DE CURRÍCULOS PARA PROFISSIONAIS DA AVIAÇÃO CIVIL

Você sabia que existem critérios para a elaboração de um currículo?

Pode parecer bobagem, mas muitas vezes um profissional qualificado acaba perdendo a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho em função de um currículo mal elaborado, além disso, jovens que não possuem experiências profissionais também podem entrar no mercado competitivo se levar em consideração as DICAS PARA ELABORAR UM CURRÍCULO que a Psicóloga Clarissa Lima preparou.

Read More

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Desenvolvimento da Aviação no Mercado Brasileiro e Oportunidades de Emprego

Desenvolvimento da Aviação no Mercado Brasileiro e Oportunidades de Emprego

Juan Henrique Pereira Ibañez – dir. administrativo da Aero TD – Faculdade de Tecnologia, fala sobre o mercado de trabalho e as oportunidades de emprego na área da aviação civil. Conheça as projeções positivas e o novo perfil de profissionais que o setor aéreo está procurando.

Antes de iniciar, vamos analisar o gráfico da evolução da quantidade de passageiros interestaduais de longa distância transportados pelos modais aéreo e rodoviário, 205 a 2014.grafico_01_anuario_do_transporte_aereo_2014-anac_blogdecoleseufuturo

O gráfico acima mostra a projeção do transporte aéreo e rodoviário no Brasil. A linha azul representa o transporte rodoviário interestadual de longa distância e alinha vermelha o transporte aéreo internacional acima de 75 Km.

Repare que em 2005 o transporte rodoviário era superior ao transporte aéreo. Em 2009 começa a inversão e à medida que vai passando o tempo, 2010 a 2014 nota-se cada vez mais o distanciamento entre eles. O que representa que o transporte rodoviário diminuiu bastante em relação ao aéreo em nossos dias atuais.

Analisando este outro gráfico feito pelo ITA – Instituto Tecnológico da Aeronáutica, podemos avaliar que em 2009 tinha uma demanda de 111 milhões de passageiros comparada a projeção para 312 milhões em 2030. Isso quer dizer que teremos um crescimento de 5,1 % de crescimento ao ano.

grafico_02_estimativa_bain_e_co_blogdecoleseufuturo

Isto representa um crescimento muito grande e se reflete em novas oportunidades para os atuais e futuros profissionais da aviação.

Outra análise interessante é o gráfico projetado pela ANAC. Que mostra dados de anos anteriores com crescimento no número de passageiros.

grafico_04_anac_sre_geac

Em 2014 eram 117 milhões, já em 2015, o número passou a ser de 118 milhões de passageiros voados.

Este outro gráfico, produzido pela ABEAR, juntamente com a IATA apresenta o desenvolvimento nas oportunidades de emprego no Brasil. Foram 660 mil novos empregos analisando sobre o ponto de vista do turismo, o emprego induzido, empregos diretos e indiretos.

grafico_03oportunidades_emprego_aviacao_blogdecoleseufuturo

Analisando somente a faixa amarela, em uma projeção comparada com os anos de 2009 a 2020, nós passaremos de 138 mil a 276 mil novos empregos diretos. Que representa para as pessoas que estão se qualificando para os cursos voltados para a aviação, seja para mecânicos de aeronaves, comissários de voo ou na gestão do transporte aéreo, principalmente aproveitando essa questão da privatização dos aeroportos no Brasil.

A pergunta é? Será que você está qualificado para as oportunidades eu irão surgir no mercado da aviação? A maioria das pessoas acabam ocupando outros setores até mesmo do governo.

É preciso lembrar que a aviação trabalha com tecnologia de ponta e cada vez está sendo exigida a qualificação profissional e é isso que é preciso levar em consideração.

É preciso estar preparados para aproveitar as novas oportunidades.

Veja aqui na íntegra o vídeo com o dir. Juan Henrique Pereira Ibañez

Facebooktwitteryoutubeinstagram
webinar-meercado-da-aviacao-formacao-profissional

O MERCADO DA AVIAÇÃO E A FORMAÇÃO DOS MECÂNICOS DE AERONAVES

O MERCADO DA AVIAÇÃO E A FORMAÇÃO DOS MECÂNICOS DE AERONAVES

foram os assuntos abordados pelo diretor Juan Henrique e a Coordenadora de NEaD (Núcleo de Educação a Distância) Marlei Segalla Pereira da Aero TD – Faculdade de Tecnologia no último dia 07 de abril de 2016. Na ocasião também participaram alunos e profissionais da manutenção de todo o Brasil com perguntas aos moderadores.

Read More

Facebooktwitteryoutubeinstagram

8 DICAS PARA SUPERAR A CRISE E INVESTIR NA SUA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

8 DICAS PARA SUPERAR A CRISE E INVESTIR NA SUA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

1 – FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO

A falta de planejamento é um grande erro.

Algumas pessoas não possuem cuidados com as finanças pessoais, deixam a sua saúde financeira à mercê da sorte, isso não é uma atitude de quem quer ser economicamente saudável e continuar crescendo.

Existe pessoas que deixam o planejamento financeiro em segundo plano e as compras em primeiro, está inversão em 100% dos casos é o grande problema financeiro.

Vamos a estes exemplos:

Você quer fazer uma viajem de férias ou comprar um bem de auto valor sem ter a mínima ideia de como irá pagar. Com um planejamento financeiro bem feito você dará prioridade ao bem adquirido e certamente irá parar de gastar com coisas supérfluas e não estará à mercê da própria sorte.

 

2 – EVITE FAZER GRANDES COMPRAS

Em primeiro momento falamos da importância do planejamento financeiro, agora é fundamental que se tenha a consciência de quanto ganhamos e quanto podemos gastar, por esse motivo temos que ter um cuidado especial com grandes compras parceladas, pois apesar de estarem dentro do planejamento financeiro, geram um comprometimento e imobilizam o seu dinheiro.

Vamos a um primeiro exemplo:

Uma pessoa que recebe R$ 2.000,00 e gasta R$ 1.500,00 com alimentação, saúde, moradia e segurança, possui uma sobra de reservas emergenciais para ser usada de R$ 500,00, certo?

Cálculo
  2.000,00
- 1.500,00
________
+  500,00

É exatamente aí que corremos o risco de errar, pois não podemos comprometer o dinheiro da sobra de reservas emergenciais com uma grande compra.

Continuando:

A pessoa que recebe R$ 2.000,00 e gasta R$ 1. 500,00 com alimentação, saúde, moradia e segurança terá disponibilizado para a sua sobra de reservas emergenciais o valor de R$ 500,00. Confere?

De repente, essa pessoa decide comprar um automóvel pagando R$ 450,00 parcelado em longas prestações, usando consequentemente a quantia que seria destinada a sobra de reservas emergenciais.

Cálculo
  2.000,00
- 1.500,00
-    450,00
__________
+     50,00

Quando nos encontramos em uma situação como esta, não temos uma margem confortável para enfrentar qualquer contratempo como imprevistos de despesas médicas, manutenção do carro, etc).

É importante observar que também devemos considerar o aumento das despesas básicas devidos ao aumento de preços pela inflação.

Acredite! Este é um erro muito comum, pois em primeiro momento não são todos que notam que a sobra de dinheiro no final do mês, que chamei de sobra para reservas emergenciais é muito importante para garantir a saúde financeira. Portanto, muito cuidado com as compras de longo prazo, pois elas imobilizam o seu dinheiro.

3 – MANTENHA UM ESTILO DE VIDA QUE VOCÊ CONSIGA SUSTENTAR

Os exemplos anteriores representam dois erros mais comuns que as pessoas comentem. O próximo que iremos falar é um pouco mais dolorido para algumas pessoas, pois fala do apego ao seu estilo de vida que às vezes por culpa da crise, não conseguem manter.

A pessoa que enfrenta uma crise financeira deve se conscientizar de que sua vida precisa mudar se quiser sair desta situação.

Em algum momento da vida, acontece de contrairmos dívidas ou pior, já estar endividado. Tirando a sorte de ser sorteado com o bilhete premiado da Mega Sena, não existe outra maneira de resolver esta situação se não for através do corte de gastos. Neste tipo de situação o mais importante é não deixar para depois e começar logo a fazer cortes.

Comece com os gastos pessoais, o que inclui todos os tipos de despesas até mesmo os gastos com alimentação, vestuário e moradia. Não se atenha a um estilo de vida que você não consiga manter. Seus amigos te consideram pela pessoa que você representa para eles e não pelos bens que você possui, por outro lado se isso não for verdade a perda desta amizade não será um prejuízo, não é mesmo?

Pense que, assim que você sair desta situação, poderá adquirir tudo outra vez.

4 - FAÇA O MELHOR INVESTIMENTO DA SUA VIDA

No cenário atual, onde todos buscam se proteger contra a inflação, a maioria das pessoas correm para investir na poupança, que em 2015 não rendeu mais que os aumentos dos preços.

Tem pessoas que investem em renda fixa, que pode trazer uma rentabilidade acima de 1% que é um bom investimento, porém o melhor investimento não é somente o capital (financeiro) e sim em algo mais valioso: VOCÊ!

Procure elevar a sua autoestima, pense no seu valor como pessoa, como ser humano e lembre-se de suas qualidades, da sua importância para sua família e para seus amigos.

Busque um novo emprego que te possibilite ganhar um salário melhor, que te proporcione um crescimento profissional ou procure uma renda extra.

Encare o momento de dificuldade como uma nova oportunidade, procure se manter atualizado investindo no seu crescimento profissional e sempre tenha foco no futuro.

Os cursos profissionalizantes, técnicos e tecnológicos, possuem um período relativamente curto de formação e são oportunidades para seguir carreiras promissoras, como a área da aviação, por exemplo.

5 - APROVEITE PARA REPENSAR SUA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Quando você ouve falar que todo dinheiro gasto com a formação profissional é um investimento, pode acreditar, é verdade! Em tempos de ventos a favor, as fragilidades passam despercebidas. Porém, em época de crises financeiras, ter um emprego com uma boa remuneração, faz toda a diferença. Desta forma, pensar em investir em uma nova carreira ou se qualificar melhor na já existente, nada melhor do que recorrer a algum curso de nível superior na área da aviação. Com certeza, é uma excelente decisão para o crescimento profissional.

Em momentos de crise, geralmente, a maioria das pessoas se retraem, acabam se acomodando e poucos desbravam novos caminhos, são raros os indivíduos que em tempos de dificuldade, tenham ânimo para acreditar em oportunidades futuras. Lembre-se: quem fica em silêncio num período de crise pode demorar muito a voltar a ser ouvido e percebido no futuro.

Tenha em mente que as empresas também estão lutando contra a crise e é justamente nesta hora que as pessoas capacitadas, preparadas e com ideias inovadoras são disputadas pelas empresas. Lembre-se: “em tempos de crise, tem os que choram e os que vendem lenços”.

6 - DESLIGUE-SE DO PASSADO

Os resultados que aconteceram no passado, nem sempre refletem o desempenho futuro. Em tempos de crise, ficar se referindo toda hora a situações passadas também não irá garantir seus resultados futuros e muito menos mudar a situação atual.

Portanto, se você quer saber como sobreviver à crise econômica, uma boa dica é deixar histórias do passado em seu devido lugar, no passado. Encare o momento de dificuldade como uma nova oportunidade, procure se manter atualizado e investir no seu crescimento profissional e procure sempre ter foco no futuro. Essa com certeza é uma excelente alternativa para driblar a crise econômica.

7 -  EVITE O DESEMPREGO, INVISTA NA SUA EDUCAÇÃO

Segundo as pesquisas do CNI (Confederação Nacional da Indústria), para escapar das demissões cada vez mais comuns, os entrevistados disseram que estão investindo em educação: 24% dos brasileiros voltaram a estudar devido ao medo de ficarem desempregados.

“Essa atitude foi mais comum entre os brasileiros mais jovens”, considerou o estudo.

 

8 - APROVEITE A NOVA POLÍTICA DE PREÇOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO

Em época de crise financeira, as empresas em geral adotam novas políticas de preços, isso inclui planos de descontos atrativos e uma significativa redução no processo de precificação de produtos e serviços.

Nos casos das instituições de ensino, onde o valor é dividido em parcelas, dependendo do tempo de duração de cada curso, vale observar que se a maré virar, ou seja, a economia se regularizar ou melhorar, você terá o favorecimento de uma precificação mais reduzida das mensalidades do curso.

Estas foram as Dicas para SUPERAR A CRISE E INVESTIR NA SUA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL: 8 DICAS QUE VOCÊ ESTÁ ESQUECENDO.

Chegou a hora de investir no seu bem mais precioso: VOCÊ!

Conheça aqui alguns cursos da área da aviação pra decolar seu futuro.
Nos links abaixo, nós separamos pra você, um passo-a-passo para se tornar um profissional qualificado para atuar no promissor mercado da aviação civil.

Quer saber mais sobre o curso de Mecânico de Aeronaves? Clique na imagem e veja um passo-a-passo de como ser um Mecânico de Aeronaves.ESTOU INTERESSADO

curso-mecanicos-aerotd-2016-2

Quer saber mais sobre o curso de Comissário(a) de Voo? Clique na imagem e veja um passo-a-passo de como ser um Comissário(a) de Voo.
ESTOU INTERESSADO

curso-comissarios-aerotd-2016

Facebooktwitteryoutubeinstagram
1 2