egidezia_marques_palestra_aerotd_destacada_02

Segunda Parte da Palestra Processo Seletivo de Egidezia Marques

Confira aqui a Segunda Parte da Palestra processo seletivo de Egidezia Marques

A palestra foi realizada no dia 27 de junho de 2015, na AERO TD em Florianópolis – SC.

egidezia_marques_palestra_aerotd_02

Currículo

Aqui começa a sua história com qualquer empresa aérea, pois é a única coisa que ela tem sobre você. O currículo é o seu cartão de visitas. Egidézia observou que os candidatos não dedicam tempo ao currículo.

Egidezia afirmou que de 8.000 currículos, somente uns mil são considerados bons, pois muitos faltam com a verdade, são incompletos ou com informações insuficientes.

O bom currículo tem que ser muito claro, deve ser objetivo, se você quer ser comissário, diga em seu currículo. Tem gente que entra na faculdade, faz um mês, fecha a matrícula e coloca que tem o curso. Outros que fazem um mês ou dois de inglês e diz que tem inglês intermediário. Isso não é bom!

Outra coisa muito importante é valorizar sua experiência profissional, não cite só a empresa em que você trabalhou e a função, procure ressaltar como e o que você faz, quem você atendia, etc. Saiba valorizar as suas qualidades.

Dica: Uma boa foto é fundamental, pois a apresentação pessoal é muito importante. Egidezia, disse que já viu um currículo com a foto de uma candidata segurando um gatinho na mão. Portanto, muito cuidado, comissários e comissárias, a foto do currículo é muito importante. Como são muitos currículos para serem observados, a foto muitas vezes é o primeiro critério e dependendo, decisiva.

É essencial colocar a foto de perfil inteiro ou só a parte do pescoço para cima?

O tamanho da foto ideal é aquela do passaporte (meio corpo). Mas lembre-se: caprichar no visual é fundamental.

Conhecimento Técnico

Outro pilar do processo seletivo é o conhecimento técnico. Tem dois tipos de comissários: aquele que estuda para ser “O Comissário” e o comissário que estuda pra passar na prova da ANAC.  Nessa hora, na minha opinião, a nota do candidato é que define o quanto ele quer ser um comissário. Tem um filme bacana que fala sobre esses dois tipos de perfis: View from the Top – Voando Alto.

O comissário que deseja mesmo exercer a profissão, de uma nota de 0 a 10, na minha opinião, não pode tirar menos que 8,0 – às vezes a empresa pode até dar uma chance por precisar preencher o número de vagas, mas é exceção. Se ele tira 3,0 ou 4,0 é porque ele não quer ser comissário, ou será apenas mais um, sem diferencial algum. Se tira 7,0 é provável que seja competente, agora se tira um 9,0 ou 10,0 – esse sim, quer ser um excelente Comissário(a).

Esta foi a PARTE 2/4 da Palestra Pilares do Processo Seletivo – Egidezia Marques. 

No dia 28/08/2015 tem mais webconferência com a Egidézia que falará sobre o CURSO PREPARATÓRIO PARA SELEÇÃO

 

 

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *