Viaje o mundo trabalhando: conheça 4 opções de carreira

A maioria das pessoas precisa trabalhar, acumular um dinheiro, pra depois fazer aquela viagem, conhecer lugares diferentes e descansar. Mas e se você pudesse conhecer todos estes lugares e culturas novas e, ainda assim, ganhar dinheiro enquanto faz isso? Seria um sonho, certo?

Esse é um sonho que pode, sim, se tornar realidade. E nós te mostramos algumas carreiras que possibilitam que você viaje o mundo trabalhando e ainda receba por isso. Faça do mundo o seu escritório!

1 – Siga a carreira de agente de viagens e turismo

Este profissional pode trabalhar de forma autônoma ou em uma agência de viagens. Ele é responsável por montar pacotes, reservar hotéis e passagens, gerenciar os passeios e outras opções de lazer. Ele trabalha para que o turista não precise se preocupar com nada, a não ser tirar fotos e curtir o momento.

Nesta área existem aqueles agentes que acompanham seus clientes na viagem, fazendo o papel de um guia de turismo. Dessa forma, ele também conhece lugares novos e, já que precisa criar experiências inesquecíveis aos seus clientes, acaba aproveitando para se divertir nos passeios.

 

Os agentes podem ser remunerados por comissões repassadas por hotéis, cias aéreas, parques e etc. Ou podem cobrar taxas dos seus clientes pelos serviços prestados. Existem aqueles que trabalham dentro de uma agência de turismo e são remunerados conforme a CLT. A maioria das vagas exige formação em hotelaria e é importante o domínio do inglês. Neste link você encontra mais algumas informações interessantes.

2 – Trabalhe como tripulante em navios de cruzeiro

Se você quer navegar pelos sete mares e conhecer lugares lindos, essa é uma ótima profissão pra você. Viaje o mundo trabalhando em algumas das diversas áreas que navios de cruzeiro precisam: restaurante, bar, governança, cozinha, entretenimento, hospital, fotografia, cassino, excursões, vendas e recepção.

 

Muitas empresas exigem, no mínimo, inglês intermediário. Nem sempre é necessário um diploma em hotelaria, mas muitas companhias fazem entrevistas para verificar suas qualificações. Antes de embarcar também pode ser necessário fazer cursos para entender as linguagens náuticas e os procedimentos do navio.

A vantagem desta área é que os gastos são pequenos, já que todas as despesas de hospedagem e alimentação ficam por parte do contratante. Se tem interesse em saber mais, aconselhamos ler esta entrevista aqui.

3 – Seja Piloto de avião e viaje o mundo trabalhando

Se você não gosta de viajar pelo mar, talvez queira conquistar os céus! E, nada melhor, do que a carreira de piloto de avião para isso. A profissão traz uma rotina dinâmica e com ótimos salários.

Para entrar nesta carreira não é necessário faculdade, apenas curso de piloto de aeronaves que possui uma parte teórica e outra prática. No entanto, aqueles que contam com cursos superiores na área de aviação apresentam muito mais possibilidades de serem contratados. Também é essencial a fluência em inglês.

 

Os pilotos podem ter ótimos salários, já que além do piso, recebem também adicionais por periculosidade, trabalho noturno e, geralmente, tem as despesas de hospedagem e alimentação pagas pelas companhias aéreas.

Um piloto de linhas aéreas nacionais ganha na faixa de 5 a 12 mil reais. E pilotos de linhas internacionais recebem em torno de 25 mil. Sem dúvidas é um trabalho excelente para ganhar um bom dinheiro e ainda possibilita que você viaje o mundo trabalhando.

4 – Escolha atuar como Comissário de voo

Se você quer conquistar os céus, mas quer algo mais rápido, prático e igualmente prazeroso e lucrativo, o trabalho como comissário de voo é a solução ideal! Este emprego possibilita que você viaje o mundo trabalhando, conhecendo pessoas e culturas diferentes.

Para entrar nesta carreira você pode optar por cursos presenciais ou a distância que levam em torno de seis meses e lhe preparam para lidar com as mais diversas situações: etiqueta profissional e social, regulamentação da aviação civil, conhecimentos básicos sobre aeronaves, primeiros socorros, sobrevivência, entre outros.

Para ser um comissário não é preciso curso superior. No entanto, ter facilidade ou já ter trabalhado com atendimento ao público é um diferencial. Também é uma grande vantagem ter domínio do inglês, já que isso poderá lhe trazer diversas oportunidades.

Os salários de um comissário de voo podem variar dependendo do tempo de carreira e das qualificações. Além disso, são comuns as bonificações, adicionais e, ainda, pagamento de despesas com hospedagem e alimentação. Com isso, é possível que um comissário júnior, que tem pouco tempo de experiência, receba um salário superior a 5 mil reais.

Se você quer ganhar bem e ter uma rotina dinâmica e prazerosa, viaje o mundo trabalhando como comissário de voo. Você vai ver que o sorriso no rosto não é só para manter a etiqueta profissional. Esta carreira realmente é muito recompensadora, como você pode notar em alguns depoimentos de nossos ex-alunos, como a Andrea Bravim e a Karolina Trainotti.

 

Agora é só estudar, focar no seu objetivo e, principalmente, aprender a fazer uma mala com tudo que você precisa, não é mesmo? Afinal, para que você viaje o mundo trabalhando, sua mala tem que ser sua melhor amiga.

E não se esqueça de comentar neste post e tirar todas as dúvidas que tiver. Se preferir, pode mandar uma mensagem pela nossa página de contato. Estamos aqui pra te ajudar e fazer seu  futuro decolar!

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta