Área administrativa da aviação: oportunidades de um mercado em expansão

Se você acompanha nossas outras postagens aqui no blog, já notou que estamos felizes pelos rumos que o setor aéreo vem tomando no Brasil. Já falamos sobre as vantagens de ter um curso superior nesta área e, inclusive, trouxemos dados da Anac que mostraram uma constante alta no setor. E, para nossa felicidade, esta alta continua a acontecer.

Os últimos dados do mês de Outubro, divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil, mostraram que a demanda doméstica chegou a 7,8 milhões de passageiros, o que representa um aumento de 7,8%, em comparação com o mesmo mês de 2016. O número representa a oitava alta consecutiva do indicador neste ano. No acumulado dos 10 primeiros meses do ano, a demanda subiu 2,7%.

É como a gente costuma frisar por aqui: o setor de aviação civil está decolando! E promete alcançar voos ainda mais altos. Vale lembrar que estamos enfrentando um momento de forte crise política com reflexos claros na economia. Ainda assim, o setor da aviação apresentou crescimento.

Isso mostra que quem busca emprego na área administrativa da aviação, como piloto, mecânico ou comissário, está escolhendo um ramo que vem se mostrando muito forte e que, provavelmente, só tende a crescer mais.

Privatizações prometem alavancar o crescimento

No segundo semestre de 2017 o Governo Federal começou a articular a privatização de alguns aeroportos. Diversos deles, em todo o país, iniciarão um processo de venda para a iniciativa privada, que já não é novidade em nosso país.

Entre 2011 e 2013, seis aeroportos – Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Confins (MG), Brasília (DF), Natal (RN) e Viracopos (SP) – foram para o controle de empresas privadas, totalizando dez aeroportos privados em território nacional. Após a desestatização, estes seis receberam mais de R$ 12,1 bilhões de investimentos para a construção de novos terminais de passageiros e estacionamentos, ampliação do pátio de aviões e melhorias nas pistas de pouso e decolagem, entre outros.

A capacidade de passageiros também aumentou. Antes eles podiam transportar 93,9 milhões de passageiros ao ano. Hoje essa capacidade aumentou 71,5%, chegando a 161 milhões de passageiros anualmente. Veja como o investimento privado refletiu em melhorias para alguns aeroportos:

  • Guarulhos – Recebeu R$ 4 bilhões e sua capacidade aumentou de 36,6 milhões para 50,5 milhões de passageiros.
  • Viracopos – Recebeu R$ 3 bilhões e sua capacidade aumentou de 9,3 milhões para 25 milhões de passageiros.
  • Galeão – Recebeu R$ 2 bilhões e sua capacidade aumentou de 17 milhões para 37 milhões de passageiros.
  • Brasília – Recebeu R$ 1,7 bilhão e sua capacidade aumentou de 14 milhões para 25 milhões de passageiros.
  • Confins – Recebeu R$ 900 milhões e sua capacidade aumentou de 11 milhões para 22 milhões de passageiros.
  • Natal – Recebeu R$ 500 milhões e aumentou sua capacidade para 6 milhões de passageiros – o aeroporto atual foi construído do zero e o antigo, desativado.

aeroportos em privatizações aumenta demanda de empregos no setor da aviação civil

Com mais aeroportos na iniciativa privada, a tendência é acontecer o mesmo que acontece com estes já citados: aumento de investimentos, melhora na prestação dos serviços e, consequentemente, maior demanda de clientes e de profissionais para operar na área administrativa da aviação.

Profissionais da área administrativa da aviação devem se preparar

Em uma postagem do começo de 2017, apresentamos alguns dados que davam um prognóstico do mercado nacional. De 2012 até 2020 a estimativa era de que o setor criasse mais de 600 mil novas vagas de empregos. Números que podem crescer, caso os indicadores continuem a mostrar aumento no fluxo de passageiros e, principalmente, caso ocorram privatizações.

Dessa forma, tanto pilotos, como comissários, mecânicos e profissionais que atuam na área administrativa da aviação, podem se beneficiar. Por isso agora é a melhor hora de se preparar para entrar neste mercado. Se você já está na área administrativa da aviação, vale a pena conferir outras postagens em nosso blog e saber como se destacar ainda mais.

Caso você seja um entusiasta, porém ainda não trabalhe no setor de aviação, pode saber mais sobre os cursos e faculdades disponíveis para quem sonha em trabalhar nessa área. Sem investir grandes quantias em dinheiro, é possível, por exemplo, fazer um curso superior de tecnologia em transporte aéreo, que lhe permite, inclusive, estar habilitado para trabalhar como Comissário de Voo já ao final da primeira fase do curso e ainda com a vantagem de ter estudado outras matérias e adquirido outras competências, que podem ser importantes para o seu futuro na área administrativa da aviação.

profissionais da area administrativa da aviação

Que o setor de aviação vai decolar, não há dúvidas! Agora a pergunta é: você vai embarcar também, ou vai ficar pelo caminho? Embarque nessa com a gente. Se precisar, tire suas dúvidas nos comentários ou fale com a gente

Facebooktwitteryoutubeinstagram
Postado em Sem categoria

Deixe uma resposta