O que realmente faz um comissário de voo e como ingressar nesta profissão?

Passar aquelas instruções básicas e servir alguns quitutes durante a viagem são as atribuições mais simples e corriqueiras de um comissário de voo. A verdade é que eles são treinados para agirem em diversos tipos de situações, mas todos nós, quando estamos viajando como passageiros, esperamos que eles nunca precisem mostrar essas habilidades.

A seguir você vai conhecer um pouco mais do dia a dia de um comissário de voo e tudo que ele pode fazer em situações adversas e casos de emergência.

A rotina de um comissário de voo

Falar em rotina para um comissário de voo é algo meio controverso. Eles estão sempre viajando para lugares diferentes, em aeronaves diferentes e vendo pessoas diferentes. É uma profissão bastante dinâmica.

Porém, algumas coisas precisam seguir regras e padrões bem restritos para garantir a segurança e tranquilidade do voo e seus passageiros. Portanto, em toda a viagem, os comissários precisam seguir um checklist e verificar se está tudo em conformidade antes de levantar voo.

  • Briefing — Primeiramente acontece uma reunião entre os tripulantes da aeronave para discutir as necessidades do voo;
  • Checagem da aeronave — Os comissários checam a aeronave para verificar se está tudo de acordo com as normas de segurança;
  • Embarque — Os comissários observam e cumprimentam todos os passageiros, atendendo às suas necessidades durante o embarque;
  • Checagem — Últimas checagens antes da decolagem, verificando se todos os passageiros estão confortáveis e se estão sendo cumpridas todas as normas de segurança, como a não obstrução de portas de emergência, por exemplo;
  • Decolagem — São demonstradas as instruções de segurança e os últimos procedimentos antes da decolagem em si;
  • Atendimento — É o tradicional serviço de bordo além dos atendimentos às demais necessidades dos passageiros;
  • Pouso — Nova série de procedimentos para garantir a segurança do pouso.

Além de executar esses procedimentos comuns em todos os voos, um comissário de voo precisa estar atento às necessidades dos passageiros e de toda a tripulação. Os comissários auxiliam comandante e co-piloto nas rotinas internas da aeronave. Eles também podem gerenciar conflitos entre passageiros e ajudar em diversas situações, como pânico, desconfortos ou até mesmo a divulgação de informações meteorológicas ou sobre a viagem.

O que realmente faz um comissário de voo e como ingressar nesta profissão
Fonte da Imagem: Google

 

A preparação para emergências e situações extremas

Caso a aeronave passe por qualquer problema e ocorra algum acidente, são os comissários os encarregados de garantir a segurança de todos os passageiros, por isso eles recebem treinamentos para lidar com situações de risco.

O treinamento de sobrevivência de um comissário de voo tem o objetivo de proporcionar a experimentação de uma situação atípica que eles podem enfrentar caso um acidente ocorra. Dessa forma, o curso permite que eles aprendam requisitos básicos de gerenciamento de crises e emergências, primeiros socorros e noções de sobrevivência na selva e no mar.

Uma das habilidades exigidas para os futuros profissionais de aviação é que consigam montar armadilhas para capturar animais e fazer fogo de forma rudimentar, sem isqueiro ou fósforo, estando aptos a cozinhar alimentos e manter os sobreviventes aquecidos e protegidos durante a noite em casos extremos.

Além disso, são executados os mais variados testes para avaliar a reação de comissários de voo à situações imprevistas como incêndios, ataques de animais, afogamento e outras lesões que venham a ocorrer.

O que realmente faz um comissário de voo e como ingressar nesta profissão
Fonte da Imagem: Google

Como ingressar nesta profissão

Trabalhar viajando, conhecer o mundo e ainda ser o responsável por diversas vidas. Tudo isso pode parecer muito distante da sua realidade, porém, hoje em dia já é possível fazer um Curso de Comissário de Voo de qualquer lugar do Brasil e ingressar nessa profissão de maneira simples e rápida.

É possível fazer o curso de comissário de voo e em 6 meses já estar apto a trabalhar na área ou, se preferir, é possível escolher o Curso Superior de Tecnologia em Transporte Aéreo e continuar estudando para se graduar, obter um diploma de bacharel e poder executar qualquer função no setor aéreo.

Se seu sonho sempre foi ajudar pessoas e trabalhar conhecendo novos lugares e culturas, não perca mais tempo! Comece agora mesmo seu curso para ser um comissário de voo e decolar seu futuro!

Guilherme Santos é especialista em criação de conteúdo e marketing digital.

Trabalha como escritor freelancer e é apaixonado pela aviação desde o seu primeiro voo de Cesna no Flight Simulator 98.

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta