Como é feita a renovação da carteira de piloto privado?

Assim como acontece com os carros e outros veículos, de tempos em tempos é preciso fazer a renovação da carteira de piloto privado de avião. Esse procedimento é necessário para aferir se o piloto ainda domina todas as técnicas, se apresenta as habilidades essenciais para conduzir uma aeronave e garantir que nenhuma condição de saúde tenha modificado suas capacidades.

A seguir explicamos um pouco melhor como acontece esse processo e todas as dicas que você precisa saber para renovar sua habilitação sem estresse.

Como fazer a renovação da carteira de piloto privado?

Se sua habilitação está prestes a vencer ou se faz muito tempo que não pilota uma aeronave, provavelmente será necessário fazer a renovação da carteira de piloto privado. Para isso é necessário fazer a solicitação de revalidação do Certificado de Habilidades Técnicas do Piloto Privado (CHT-PP), que é feita eletronicamente no Sistema de Aviação Civil (SINTAC).

Ainda é possível ir até uma escola de aviação credenciada pela ANAC, que pode prestar assessoria durante todos os trâmites burocráticos e, inclusive, executando o recheque se possuírem um examinador credenciado.

renovação da carteira de piloto privado
Fonte da Imagem: Google

Documentos exigidos pela ANAC para fazer o recheque

  • Comprovante de residência
  • Título de Eleitor
  • Certificado de reservista
  • RG e CPF
  • Diploma escolar (mínimo ensino médio). Para realizar o cheque o piloto precisa pelo menos do ensino médico completo.

O Voo de repasse

Assim que é iniciado o processo de renovação da carteira de piloto privado, é necessário realizar um voo de repasse, onde algumas situações são relembradas, para que o piloto possa treinar, se preparar e para que o examinador avalie se ele está apto a seguir para a próxima etapa.

Logo após os trâmites iniciais, o piloto segue para o briefing, onde o avaliador cita como será realizado o voo, suas condições, detalhes técnicos e quais as manobras serão exigidas no ar.

Então, segue para o checklist de segurança do avião, onde confere se os documentos estão a bordo, se o marcador de combustível está em perfeitas condições, flaps baixados, extintor de incêndio em dia, dentre outros itens.

Após o checklist de segurança, é feito o cheque pré-voo, onde o piloto dá uma volta pelo avião checando se tudo está ok, se há avarias na fuselagem, se o óleo está bom, se o combustível está realmente puro e em condições de voo, etc.

Assim que o avião é todo vistoriado e está garantida a segurança da aeronave, é possível proceder com a renovação da carteira de piloto privado e, finalmente, fazer o voo com o instrutor, que avaliará as manobras exigidas anteriormente no briefing.

voo como instrutor
Fonte da Imagem: Google

Neste momento é avaliada a capacidade do piloto e, caso não seja comprovada a sua habilidade, ele não passa para a próxima fase.

O voo de rechecagem

Se tudo ocorreu bem no voo de repasse, o piloto pode seguir para o recheque. Aqui acontece basicamente o que já ocorreu no voo de repasse.

No entanto, antes do voo é feita uma prova teórica, onde o avaliando precisa acertar mais de 80 por cento das questões para ser aprovado e seguir com a renovação da carteira de piloto privado.

Nesta prova teórica são feitas perguntas sobre meteorologia, documentos que precisam estar a bordo da aeronave, tipos de manobras a serem executadas durante um voo e quais situações específicas onde podem ser aplicadas, dentre outras questões.

Após a aprovação o piloto segue para o voo, fazendo mais uma vez todas as checagens de segurança, de pré-voo, briefing e então levanta voo.

O examinador pode pedir diversas manobras específicas para aferir a habilidade do piloto, como simular emergência de pane ou efetuar manobras de pouso sem motor.

Nesta avaliação também é exigido que o piloto faça 3 pousos e 3 decolagens, que é o mínimo estabelecido pela ANAC para este tipo de avaliação.

Após este processo, se tudo ocorrer bem, o avaliador concede a renovação da carteira de piloto privado para o solicitante.

renovação piloto privado
Fonte da Imagem: Google

Vamos voar?

Se você sonha em trabalhar como piloto de aeronaves precisa aproveitar a oportunidade e iniciar o curso de ciências aeronáuticas da AEROTD. Aqui você pode começar a estudar de qualquer lugar do Brasil através de uma moderna plataforma de ensino a distância.

Além disso, conta com parceiros espalhados por todo o Brasil para a execução de aulas práticas, que tem como objetivo te transformar em um piloto 360º, capaz de efetuar diversas funções administrativas, não ficando limitado apenas ao cockpit de uma aeronave.

Esse tipo de formação abre um leque enorme de possibilidades e torna este egresso do curso um profissional altamente capacitado para enfrentar todos os desafios da profissão.

Aproveite, matricule-se agora e comece a decolar seu futuro!

Fontes:

http://canalpiloto.com.br/duvida-quando-terei-de-rechecar-o-meu-piloto-privado/

“Raul, meu PP venceu, e…” – Entenda como funcionam as renovações de habilitações da ANAC

Guilherme Santos é especialista em criação de conteúdo e marketing digital.
Trabalha como escritor freelancer e é apaixonado pela aviação desde o seu primeiro voo de Cesna no Flight Simulator 98.

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta