Novos voos no interior do Brasil aumentam oportunidades para o setor aéreo

O Brasil entrou em outro patamar de desenvolvimento quando, ainda na época das colônias, começou a explorar o seu interior. Expedições de bandeirantes foram país adentro em busca de riquezas, terras e, assim, crescemos muito mais. Agora, o mesmo promete acontecer por conta da expansão no setor aéreo brasileiro e o surgimento de novos voos no interior.

Isso vai democratizar o acesso, permitindo que pessoas de lugares distantes possam viajar com mais facilidade. Além disso, mais aviões precisarão cortar os céus e, assim, muitos postos de trabalhos surgirão. Desde novos pilotos, comissários, mecânicos, até taxistas, comerciantes e outras pessoas que se beneficiam quando surgem ofertas de voos em suas regiões.

Passaredo compra MAP e pretende novos voos no interior do país

Fonte da Imagem: Google

A Passaredo Linhas Aéreas, que é sediada no município de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, comprou a operação da companhia aérea MAP, que atua principalmente no Pará e Amazonas.

Com o fechamento deste negócio, a cia aérea passa a ter 26 operações diárias no Aeroporto de Congonhas, na capital, São Paulo. Além disso, segue com viagens fixas para 28 cidades e ainda existe a previsão de chegar a ter 37 destinos até o fim de 2019.

Há a previsão de novos voos no interior para Araçatuba, Bauru e Marília, no Estado de São Paulo, Uberaba (MG), Ipatinga (MG), Dourados (MS) e Ponta Grossa (PR). Após esta ampliação da malha aérea, focando o interior da região centro sul, a empresa vai mirar na diversificação de destinos no Norte do país.

A Passaredo confirma que manterá todas as operações atuais da MAP para os 14 destinos entre Amazonas e Pará, bem como todos os postos de trabalho nas bases operacionais e na sede da empresa, em Manaus (AM).

Segundo José Luiz Felício Filho, presidente da Passaredo, sempre foi a intenção da empresa oferecer novos voos no interior do Brasil, principalmente na região norte, atendia pela MAP:

“Sempre tivemos muito interesse na região Norte, mas a dificuldade logística nunca permitiu nossa expansão para aqueles mercados. Agora, com uma estrutura logística completa em Manaus, inclusive de manutenção, poderemos dedicar uma frota de aeronaves para assumir as operações regulares.”

Agora, com esta aquisição, a companhia aérea Passaredo passa a contar com 11 aeronaves ATR 72-500, cinco já operadas da empresa com sede em Ribeirão Preto (SP) e seis da MAP. Três aviões da MAP serão remanejados da região Norte para iniciar operações em Congonhas e mais três novas aeronaves devem ser incorporados até o final do ano, elevando a frota para 14.

Diversas carreiras se beneficiam com a expansão do setor aéreo

Não são apenas as carreiras mais conhecidas e comuns, como piloto e comissário de voo, que se beneficiarão da expansão no setor e do surgimento de mais voos no interior do país.

Surgirão vagas em oficinas, será necessário fazer a manutenção dos sistemas eletrônicos, propulsores e até mesmo pintura e reparos na fuselagem e itens diversos. Um mecânico de avião pode trabalhar em funções que vão desde a resolução de falhas elétricas nos computadores, até trocas de bancos e estofados. A gama de opções dentro desta profissão é enorme.

Com mais pessoas circulando pelos saguões dos aeroportos, veremos o crescimento da quantidade de profissionais que precisam atender os clientes no check-in, vender passagens, organizar as entradas e saídas dos passageiros, fiscalizar bagagens, dentre várias outras atribuições.

Fonte da Imagem: Google

Neste cenário também será importante contar com uma equipe forte nos escritórios das cias aéreas. São necessários profissionais que façam o planejamento estratégico de malhas aéreas, analisando o mercado e seus clientes para definir as melhores rotas para esses novos voos no interior do Brasil.

É preciso contar com uma equipe que gerencie os recursos internos, organize escalas de funcionários, tripulações e aviões. E ainda precisamos lembrar dos diversos profissionais que trabalham nos departamentos de carga, logística e, claro, os controladores de tráfego e diversos profissionais que trabalham para manter tudo em ordem e em segurança.

Portanto, se você quer aproveitar esta expansão no setor aéreo, deve começar agora mesmo a se preparar.

Você pode ingressar em um curso superior de tecnologia em transporte aéreo da AEROTD, podendo estudar de forma semipresencial de qualquer lugar do país.

Além disso, neste curso, após 6 meses você já pode adquirir a terminalidade em comissário de voo, fazer a prova da ANAC e começar a trabalhar como tripulante em uma aeronave!

Se você deseja trabalhar em um setor em franco crescimento, não pode perder essa oportunidade. Comece a estudar agora e decole seu futuro!

Guilherme Santos é especialista em criação de conteúdo e marketing digital.
Trabalha como escritor freelancer e é apaixonado pela aviação desde o seu primeiro voo de Cesna no Flight Simulator 98.

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta