Qual o trabalho da tripulação durante um voo comercial?

Nem todo mundo sabe o que realmente faz um comissário de voo. Muitos pensam que durante um voo comercial o trabalho da tripulação é simplesmente acomodar os passageiros e servir alguns quitutes, além de, é claro, passar aquelas instruções de segurança que poucos prestam atenção.

No entanto, o trabalho da tripulação vai muito além do que podemos enxergar enquanto estamos em uma aeronave. Ele começa antes de qualquer passageiro entrar e continua após o último passageiro sair.

A rotina de trabalho da tripulação de um voo comercial

O trabalho da tripulação durante o voo comercial segue algumas etapas essenciais. Assim como em praticamente tudo que se faz na aviação, os pilotos e comissários precisam seguir um checklist e fazer diversas verificações para garantir que tudo está de acordo e que o voo pode prosseguir com segurança.

  • Briefing — Primeiramente acontece uma reunião entre os tripulantes da aeronave para discutir as necessidades do voo;
  • Checagem da aeronave — Os comissários checam a aeronave para verificar se está tudo de acordo com as normas de segurança. São checados os travamentos das portas, os banheiros, os compartimentos onde são guardados os mantimentos, os assentos e coletes salva-vidas dos comissários, dentre outros itens;
  • Embarque — Os comissários observam e cumprimentam todos os passageiros, atendendo às suas necessidades durante o embarque. Neste momento eles podem, inclusive, mudar passageiros ou bagagens de lugar a fim de melhorar o balanceamento de peso dentro da aeronave;
  • Checagem — Últimas checagens antes da decolagem, verificando se todos os passageiros estão confortáveis e se estão sendo cumpridas todas as normas de segurança, como a não obstrução de portas de emergência, por exemplo;
  • Decolagem — São demonstradas as instruções de segurança e os últimos procedimentos antes da decolagem em si;
  • Atendimento — É o tradicional serviço de bordo além dos atendimentos às demais necessidades dos passageiros;
  • Pouso — Nova série de procedimentos para garantir a segurança do pouso, como se certificar que todos os passageiros estão com seus cintos afivelados.

Além de executar esses procedimentos comuns em todos os voos, um comissário precisa estar atento às necessidades dos passageiros. O trabalho da tripulação engloba ainda auxiliar o comandante e o co-piloto nas rotinas internas da aeronave, também podem gerenciar conflitos entre passageiros e ajudar em diversas situações, como pânico, desconfortos ou até mesmo a divulgação de informações meteorológicas e sobre a viagem.

comissaria de voo auxiliando passageiro em aeronave
Fonte da Imagem: Google

A preparação para emergências e situações extremas

Caso a aeronave passe por qualquer problema e ocorra algum acidente, são os comissários os encarregados de garantir a segurança de todos os passageiros, por isso eles recebem treinamentos para lidar com situações de risco.

O trabalho da tripulação é garantir a segurança e o bem-estar de todos durante a viagem, para isso, além de itens de primeiros socorros, desfibriladores e outros equipamentos que auxiliam em casos de emergência, eles também contam com diversas técnicas para acalmar e preservar a saúde do passageiro nas mais diversas situações.

O treinamento de sobrevivência de um comissário de voo tem o objetivo de proporcionar a experimentação de uma situação atípica que eles podem enfrentar caso um acidente ocorra. Dessa forma, o curso permite que eles aprendam requisitos básicos de gerenciamento de crises e emergências, primeiros socorros e noções de sobrevivência na selva e no mar.

treinamento de sobrevivencia curso de comissario de voo aerotd
Fonte da Imagem: AEROTD - Tripulação

Uma das habilidades exigidas para os futuros profissionais de aviação é que consigam montar armadilhas para capturar animais e fazer fogo de forma rudimentar, sem isqueiro ou fósforo, estando aptos a cozinhar alimentos e manter os sobreviventes aquecidos e protegidos durante a noite em casos extremos.

Além disso, são executados os mais variados testes para avaliar a reação de comissários de voo a situações imprevistas como incêndios, ataques de animais, afogamento e outras lesões que venham a ocorrer.

Faça parte de uma tripulação de voo comercial

Se você se encantou pelo trabalho da tripulação durante um voo comercial, saiba que se tornar um comissário de voo pode ser mais simples do que você imagina.

Através do curso de comissário de voo da AEROTD você pode estudar de qualquer lugar do Brasil e em seis meses já está apto a prestar a prova da ANAC e obter sua autorização para desempenhar o trabalho da tripulação de um voo comercial.

Então, não perca tempo. Embarque nessa agora e decole seu futuro!

Guilherme Santos é especialista em criação de conteúdo e marketing digital.
Trabalha como escritor freelancer e é apaixonado pela aviação desde o seu primeiro voo de Cesna no Flight Simulator 98.

Facebooktwitteryoutubeinstagram

Deixe uma resposta