Estabilidade e independência financeira: 4 oportunidades na área da aviação

O sonho de todo jovem adulto é poder ter uma vida confortável e sem muita preocupação com as finanças, não é mesmo? Mas em um mercado tão competitivo, que muda de um dia para o outro, com a concorrência das máquinas e da inteligência artificial, como conseguir a famosa estabilidade e independência financeira?

Existem algumas áreas que vem tendo um grande crescimento, mas hoje vamos falar de uma que vai permitir que você se sinta nas nuvens e não apenas literalmente falando.

Dados do setor aéreo que provam que ele está decolando

Um dos primeiros pontos a se analisar quando buscamos saber se um setor está indo bem e pode proporcionar estabilidade e independência financeira, são os indicadores de crescimento, contratação e quantidade de dinheiro circulado. Nesse quesito o setor aéreo no Brasil está indo muito bem, obrigado.

Em geral, no ano de 2017, o setor apresentou crescimento em diversos indicadores, segundo dados da Anac. Os últimos dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil, divulgado em novembro do último ano, mostraram que a demanda por voos, oferta de assentos, números de passageiros transportados, as taxas de ocupação das aeronaves e a quantidade de cargas transportadas, só apresentaram aumento ao longo do ano, acumulando, até novembro, 11 meses consecutivos de alta.

Diante desse cenário e do interesse de empresas estrangeiras em entrar no mercado e do governo brasileiro em privatizar alguns aeroportos, aumentando ainda mais o volume de dinheiro injetado, dá pra imaginar que esta é uma área que promete continuar crescendo muito e, assim, se tornar uma boa opção para você que busca estabilidade e independência financeira.

As oportunidades que podem trazer sua estabilidade e independência financeira

Agora que você já teve a certeza de que o setor aéreo está decolando, chegou a hora de pensar em algumas áreas que você pode seguir, afinal o setor aéreo vai muito além dos tradicionais pilotos e comissários. Existem várias oportunidades que você pode aproveitar em busca de sua estabilidade e independência financeira.

Piloto de Aeronaves

Vamos começar falando pela mais conhecida e glamorosa profissão do setor. Além disso, também é uma das que exigem mais estudo, paciência e prática. Para se tornar um piloto em companhias aéreas serão necessárias, no mínimo, 150 horas de voo para que o aluno possa pedir um voo de check com um instrutor da Anac para aferir suas habilidades e retirar sua CHT – Certificado de Habilitação Técnica de Piloto Comercial.

Ser piloto pode realmente te ajudar a ter uma estabilidade e independência financeira, pois os salários costumam ficar em torno de 10 mil reais, conforme levantamento do site Love Mondays, podendo chegar a mais de 20 mil em determinadas ocasiões.

Se você quer seguir nessa área, sugerimos que você leia outros dois posts que fizemos especialmente para quem deseja seguir carreira nessa profissão, como Conheça o segredo para se tornar piloto de aeronaves em grandes cias aéreas e 7 dicas para se dar bem como piloto de aviões.

Mecânico de Aeronaves

Se você gosta da parte mecânica, se poder “domar” uma máquina gigantesca como um avião é o que te fascina, seu destino pode ser seguir carreira como mecânico de aeronaves. A boa notícia é que por menos de 2 mil reais você já consegue fazer um curso como os oferecidos pela Aero TD, que podem ser feitos semipresencialmente. Você estuda o conteúdo teórico aonde estiver, na hora que quiser, além de poder acessar o conteúdo quantas vezes forem necessários. Somente ao final de cada módulo, você irá até a Oficina-escola da Aero TD em Florianópolis ou em alguma oficina parceira para fazer as aulas práticas. Veja aqui as OFICINAS PARCEIRAS DA  AERO TD.

Alunos de diversos estados do Brasil já fizeram o Curso de Mecânico de Aeronaves – EaD Semipresencial e afirmam que estas atividades, interações e provas, facilitaram muito, inclusive os ajudaram a ser mais disciplinados. Veja aqui o depoimento de um aluno do curso. 

E se você quer saber como essa profissão pode colaborar com sua estabilidade e independência financeira, saiba que o piso salarial para um mecânico que já possui CHT (Certificado de Habilitação Técnica) e experiência na função fica em torno de R$ 3.114,86, segundo a última convenção coletiva de trabalho do Sindicato Nacional dos Aeroviários . No entanto, é comum ver remunerações maiores que o piso, com alguns benefícios podendo ultrapassar os R$ 10.000,00 mensais, conforme levantamento feito pelo site Love Mondays.

Comissário de voo

Outra excelente carreira para seguir é a de comissário de voo. Também é possível fazer um curso semipresencial gastando pouco e já estar apto a entrar no mercado de trabalho em seis meses.

Além disso, o piso salarial, de acordo com a convenção coletiva de trabalho do Sindicato Nacional dos Aeronautas, é de R$ 2.127,44. Sem contar todas as vantagens e adicionais que um comissário pode ganhar como compensação orgânica, gratificação pela função de chefe de cabine, gratificação de senioridade (tempo de empresa), horas de reserva, horas de sobreaviso, repouso remunerado, horas de voo diurno, horas de voo noturno, horas de voo aos finais de semana e mais uma ajuda de custo para alimentação.

Ou seja, um comissário de voo pode ganhar muito mais e ainda receber inúmeros benefícios que vão ajudar a manter uma estabilidade e independência financeira. Porém, é possível ainda, além de fazer o curso de comissário de voo, continuar estudando e concluir uma graduação em Tecnologia em Transporte Aéreo, aumentando ainda mais as chances na carreira.

Faça a graduação em Tecnologia em Transporte Aéreo e aumente suas oportunidades

Mas depois de tudo que você viu, uma dica matadora para que você consiga sua estabilidade e independência financeira é fazer uma graduação em Tecnologia em Transporte Aéreo. Com esse curso, ao fim dos seis primeiros meses você já está apto a se tornar um comissário de voo.

Porém pode continuar estudando e depois de quatro semestres sairá formado em uma graduação que vai te deixar muito mais preparado para qualquer área, abrindo seu leque de oportunidades.

Quem se forma nessa graduação pode trabalhar com planejamento logístico e operacional de um sistema de transporte aéreo; gestão recursos humanos e materiais para o desempenho de diversas tarefas; planejar serviços, implementar atividades e promover mudanças tecnológicas; Aprimorar condições de segurança e promover a qualidade, saúde e proteção ambiental dos processos da aviação civil.

Além disso, o tecnólogo em Tecnologia do Transporte Aéreo aprende durante o curso diversas matérias que desenvolvem suas habilidades e o tornam um profissional acima da média, que pode ser essencial para qualquer empresa do setor. Ele poderá trabalhar no gerenciamento ou supervisão de aeroportos, empresas aéreas, prestando consultorias ou até mesmo junto a órgãos públicos como Anac e Infraero.

Dessa forma fica mais fácil crescer profissionalmente e, inclusive, ganhar mais dinheiro, afinal você poderá trabalhar em diversos setores, acumular benefícios e se tornar uma peça essencial dentro de uma empresa aérea. Se tiver mais dúvidas, não deixe de comentar este post! Queremos te ajudar a decolar seu futuro!

Facebooktwitteryoutubeinstagram
Postado em Sem categoria

Deixe uma resposta